segunda-feira, 9 de março de 2009

Jogos Inesquecíveis: Sport Recife x Colo-Colo 2009

Pela segunda vez o Sport Club do Recife disputa a taça Libertadores da América, torneio que eu considero o mais difícil campeonato disputado em nosso sistema solar. Disputar uma Libertadores não é como passear pela civilizada Europa, enfrentando civilizadas equipes. É se embrenhar em locais inóspitos, enfrentar condições geográficas esdrúxulas e equipes que lutam por aquela taça como famintos por uma côdea de pão. Pois quando a era dos grandes heróis do futebol parecia haver passado para sempre, o brioso rubro-negro da Ilha do Retiro realizou um feito histórico: venceu o grande Colo-Colo do Chile em plena Santiago. Nenhum time brasileiro - nenhum, repito - conseguira esse feito até então. O Sport, pródigo em produzir camisas azaradas, achou um lugar no panteão dos mantos sagrados para sua inédita veste dourada produzida pela Lotto. E um lugar na memória do país por essa vitória que, seguida por uma sobre a LDU, atual campeã do torneio, credencia o time a uma merecida classificação. Toda a sorte ao Leão pernambucano.


Sport x Colo-Colo 2009 - Cartela de escudinhos (PDF)
Sport x Colo-Colo 2009 - Cartela de escudinhos (PNG)
Sport x Colo-Colo 2009 - Youtube

7 comentários:

Sport Recife disse...

Mr.Marcos
É uma ousadia de minha parte inaugurar este post sobretudo sou Sport! Entretanto só escrevo porque o Sr. escreveu um belo texto para meu clube. Realmente a Musa da literatura deve ser-lhe muito íntima hehehe. Sinto-me grato e coleciono sua página entre meus favoritos (RSS) desde hoje. Cordialmente,
Thales
"Sport:uma razão para Viver!"

MarcosVP disse...

Obrigado pelos elogios, Thales. Este torcedor coral aqui espera ter sido digno.

Abraços.

Fernando disse...

a fonte do número da camisa dourada do sport mudou em relação à tradicional!
o número da camisa dourada é quadradão...
no mais, parabéns!

MarcosVP disse...

Fernando, você tem razão. Nos desenhos e fotos que eu tinha, o número era o atual da Lotto. Só hoje eu recebi uma foto do número que vc fala. Vou tentar arrumar essa fonte e fazer um update. Essa cartela merece.

Abs.

Cristiano Carvalho disse...

Realmente o número é diferente, mas a arte continua sendo magnífica! Vejo o Sport de Recife como o meu Fluzão do ano passado, está no grupo mais forte, vem vencendo seus jogos e jogando bonito. Além disso, venceu a Copa do Brasil e manteve o elenco principal. Acho que vai chegar na final da Libertadores, e sendo assim espero que vença, pois até hoje sofro com a perda de um título quase certo. Muito bom Marcão!

Cristiano Carvalho disse...

Marcão!!! Não é o Sport que tem um grito de torcida parecido com um da torcida do Vasco? Acho que é o grito da "Fuzarca". Se estou certo, quem foi que inventou este grito primeiro, torcida do Sport ou a do Vasco? Alguém saberia me dizer?

Paulo Azevedo disse...

Sobre o "Cazá Cazá": existem algumas versão para o grito, mas como ainda somos carentes de historiadores do futebol, não dá para confirmar qual realmente seria a mais antiga.

Alguns afirmam que o grito de guerra tem origem em cantos marciais ibéricos, portanto não daria pra definir quem começou com o rito.

Outras fontes apontam um frevo do compositor Nelson Ferreira como divulgador da expressão. Ademir de Menezes teria levado para o Vasco, quando se transferiu pra lá. Portanto, seria o grito do Vasco uma apropriação do grito rubro-negro e não o oposto.