segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

A força azul.

Por incrível que possa parecer, em toda a grande extensão do território brasileiro, não são muitos os grandes times de futebol que guardam o azul como sua cor principal.Entre os times de primeira divisão, apenas dois o tem como cor principal e mesmo assim, um deles é um tricolor. Por isso, quando se vê uma massa azul de torcedores vibrando em um estádio de futebol brasileiro, podem apostar com quase totalidade de certeza, que ela pertencerá ao Cruzeiro Esporte Clube de Belo Horizonte. Um dos mais tradicionais clubes do futebol brasileiro, o Cruzeiro é pródigo em revelar craques e criar sensacionais máquinas de jogar futebol. Mais vitorioso time do estado de Minas em competições nacionais e internacionais, o Cruzeiro é um arrebatador de paixões, com torcedores fiéis e dedicados. Clube de colônia italiana, começou, assim como o Palmeiras, chamado de Palestra e mudou de nome algumas vezes. Lembrado sempre pelos grandes escretes setentistas, foi na virada do século que o time conquistou grande parte da sua nova geração de seguidores, com uma estrutura bastante organizada e uma poderosa seqüência de boas equipes, que traduziram em grandes títulos, o que já estava marcado no coração dos cruzeirenses: a grandeza e força da camisa azul.

E foi em 1997 que o Cruzeiro obteve uma dessas grandes conquistas: o bicampeonato da Libertadores da América, diante do peruano Sporting Cristal. Jogando em casa e diante de sua torcida, a raposa enfrentou um jogo duro, renhido. Dois heróis, contudo, fizeram a diferença: o atacante Elivélton, que em um chute despretensioso marcou o gol do título e o jovem goleiro Dida, que operou milagres para evitar o empate do adversário. Para as gerações mais novas de cruzeirenses, este foi um daqueles jogos que, sem trocadilho, estão entre os de "cinco estrelas" do seu time.

Cruzeiro x Sporting Cristal 1997 - Cartela de escudinhos (PDF)
Cruzeiro x Sporting Cristal 1997 - Cartela de escudinhos (PNG)
Cruzeiro x Sporting Cristal 1997 - Youtube

3 comentários:

minerin-man disse...

Karakaaaaa !!! Vlw Marcos !!!
Ficaram Show de Bola os escudinhos...
Sería possível que pudesse fazer tbm os escudos da final da libertadores de 1976 de Cruzeiro x River Plate da Argentina ????

Brigaduuuuuuuuu...

Saudações Celestes 5 Estrelas

MarcosVP disse...

Pode deixar que eu faço. Abs.

Ceçota Botão Clube disse...

Prezado Marcos,

Sou botonista do Grêmio Mineiro de Belo Horizonte e estou com um novo projeto para um time em que irei colocar a seleção dos melhores jogadores que vi jogar no Cruzeiro e "uniformiza-los" com o uniforme mais bonito que na opinião de todos os Cruzeirenses é este de 1997. gostaria de saber se tinha a possibilidade de me mandar esse escudo com a numeração padrão 2 a 11 ou me enviar a fonte para que eu possa tentar editar? Fico no aguardo, de qualquer forma parabéns pelo blog e um grande abraço.

Att,

Marcos Lisboa
email: marcos.rocha02@hotmail.com
marcos.lisboa@unibh.br