terça-feira, 19 de maio de 2009

Houston, we have a problem.

Caríssimos leitores,

Prestes a completar um ano de existência, as engrenagens do Escudinhos resolveram emperrar. Ainda não identifiquei o problema ao certo, mas o fato é que os computadores onde trabalho parece que resolveram fumar unzinho e não estão processando coisa com coisa.

Os problemas tem sido muitos. Em primeiro lugar, eu uso um sistema operacional no trabalho e outro em casa, em micros de tipos diferentes e usando um programa - o Corel Draw - que é notório por não se entender bem com nenhum SO. De uns dias para cá, o meu Corel 13, tanto no trabalho quanto em casa, está terrivelmente instável - sem contar a lentidão que me faz perder metade de todo o tempo que eu tenho para trabalhar só esperando ele resolver funcionar. O Corel anda corrompendo arquivos na hora de salvar e na hora de exportar para PDF e PNG e isso torna meu trabalho impraticável. O pior é que eu não sei se a culpa é só do Corel. Meu micro em casa é um note Celeron trabalhando sob o Windows Vista. Mesmo com 2Gb de RAM, é uma combinação horrenda, um pesadelo de lentidão e insegurança. Mas era o que dava. Como vocês sabem, o Escudinhos não gera - e nem pode - um único centavo, portanto eu não posso nem contar com a boa vontade dos mais de 6000 visitantes que batem aqui todo mês.

Soluções para o problema? Sim, existem. Em primeiro lugar, preciso identificar o que está acontecendo. Depois, preciso achar formas de tornar o equipamento que eu tenho mais seguro e uma delas é tornar meus arquivos menores e mais estáveis. Nem falo das cartelas, mas para fazer os botões, eu conto com mais de 16000 arquivos que eu guardo de anos e anos de pesquisa. Nem tudo foi organizado - principalmente fontes, distintivos e marcas de fabricantes vetorizadas - prevendo um aumento tão grande da quantidade de dados com a consequente queda na capacidade de processamento. O fato é que eu vou ter que parar e começar uma grande faxina nas minhas coisas.

Por fim, uma coisa que talvez me ajudasse era conseguir um Corel mais novo e mais estável - como se isso existisse, mas a gente sempre tenta acreditar. Se alguém puder me dar uma força, entre em contato pelo email marcosvparrobagmailpontocom.

Então, gente, eu peço mil desculpas, mas o blog deverá ficar meio intermitente por enquanto. Lamento, lamento mesmo. Farei o melhor que eu puder para, dentro das possibilidades, voltar a produzir o mais rápido possível.

Obrigado.

10 comentários:

Marcus disse...

Xará, há algum tempo meu Corel também andou um bocado preguiçoso. Descobri que era porque estava com duas versões instaladas. Desinstalei uma delas e tudo ficou normal.

Outra possibilidade é que você esteja com o seu disco cheio e/ou muito fragmentado. Dá uma olhada...

MarcosVP disse...

Certo. No caso, eu só tenho uma versão instalada. Cheguei a instalar um AI dia desses, original, mas nem cheguei a usar: ele dedurava que o registro já era usado. Desinstalei. Quanto à fragmentação, meus arquivos estão numa pendrive e só os backups nos micros. De qualquer forma, é uma boa fazer uma limpeza e vale a experiência. Abs.

Cristiano Carvalho disse...

Fala Marcão! Que pena cara! Gostaria de saber resolver esses problemas para poder te dar um suporte e sanar de vez essa tragédia. Vou mexer meus pauzinhos para saber o que deve estar acontecendo no seu Corel, descobrindo alguma coisa eu te aviso! Muito boa sorte para que tudo venha a funcionar perfeitamente e também para que você continue realizando sonhos através de seus escudinhos. Conte comigo! Abração e T+!

Luis Ferrnando disse...

Prezado Amigo,

Com todo o respeito pelo seu excelente trabalho eu creio que está na hora de voce quebrar paradigmas. Abandone o Corel e use Illustrator.

Abraços!

MarcosVP disse...

Luis, não foi uma nem duas vezes que eu pensei nisso. Só tenho dois problemas. O primeiro é: eu tenho mais de dez anos trabalhando com Corel. Até eu aprender no illustrator a quantidade de manhas que eu já sei no Corel, eu vou demorar mais dez. Depois, o illustrator não resolveria o meu maior problema: trocar o windows pelo linux...

Abs.

Luis Ferrnando disse...

Tá certo Marcos. Dificil mesmo começar uma nova curva de aprendizado quando já se tem as manhas do Corel. Eu na verdade consegui sair do Corel há muito tempo e tinha a mesma dificuldade sua. Hoje não quero saber de Corel, rs! Mas, sugiro voce desinstalar o Corel X3 e colocar o X4 OU ENTÃO FAÇA ISSO:

1)Dê um CTRL+J
2) Selecione a opção DOCUMENTO
3) Desmarque a opção "Salvar opções como padrão..."

O Corel se torna "lento" porquê arquiva toda uma sujeirada antiga de estilo, cores e etc...

Experimente abrir um antigo seu e dê CTRL+F5 para visualizar o que estou falando...

Abçs!

MarcosVP disse...

Luis, ainda não testei mas tenho certeza que esta é uma grande, enorme dica, a que você está me dando. Uma coisa que noto há tempos é que arquivos com os mesmos tamanhos levam tempos diferentes para processar se são mais novos ou mais antigos. Os mais novos sempre demoram mais e eu uso muito template - ou seja, faço cartelas novas em cima de anteriores, claro. E eu intuia o que estava acontecendo mas não sabia como resolver. Isso que vc me disse pode ser um grande começo para resolver meu problema.

Um forte abraço e obrigado.

Rafael Netto disse...

"meus arquivos estão numa pendrive e só os backups nos micros."

Pelo que eu entendi você usa os arquivos direto do pendrive? Isso é receita para problema de performance! Pendrives são lentos, principalmente para gravação. Devem ser usados apenas para transportar os arquivos e não acessá-los diretamente.

No meio disso tudo... o Vasco vai vestir Lotto! Seus desejos foram atendidos, VP?

Anônimo disse...

Meu velho,
desculpe-me pelo ofitópique e pela demora, mas só agora a ressaca me permite lhe dar os parabéns pelo triunfo em cima do Brioso Rubro-Negro baiano.

SRN.

Franciel Cruz

petronio disse...

Caro Marcão, não entendo nada do seu problema, mas torço muitão pra que tudo dê certo pra vc. Já vi que muita gente está te dando um auxílio bacana, e vc vai logo resolver essa paradinha rss.
É sério mesmo? O vasco vai vestir lotto?

Abraço, e boa sorte.